sábado, 31 de julho de 2010

Sábado de sol

Ai, ai. Será que eu estou começando a dar um up no meu astral? Parece que sim. Felizmente!  


Hoje eu acordei 10h00, com a minha tia dando umas bofetadas no meu computador (porque ele fica fazendo um barulho que parece um avião decolando), de bem com a vida, até. Dei uma super respirada do clima de sábado de manhã, tomei café e entrei na 'net. No MSN, o Bruninho me chamou pra ir na casa dele hoje. Adorei a ideia, porque eu não tinha nada além de mofar em casa nesse sábado ensolarado.


Depois, por volta das 13h00, eu fui assistir "Os Cavaleiros do Zodíaco". Aí eu reparei no quão rápido o tempo está passando, e que, em outras épocas - no auge do "Cavaleiros", por exemplo -, eu era uma criança que se divertia assistindo esses e outros desenhos, e que brincava imitando-os, desferindo vários trovão aurora, meteóro de pégasus, et cetera no ar e no meu irmãoQue tempo bom era aquele! Também assisti "A Família Dinossauro" e me diverti, afinal, esse é um clássico e merece os créditos, pois foi muito bem elaborado em relação à sua época. Ri muito com o Baby falando: "Não é a mamãe, não é a mamãe!".


Agora estou esperando minha linda mãe chegar, para que eu possa ir à casa do Bruno, e para que eu saia um pouco da rotina de não ter o que fazer nos sábados de férias. Odeio! Ainda bem que as aulas já retornam na segunda-feira e já poderei ocupar minha mente com outras coisas. 


                                              *****


Hoje é aniversário do meu pai. Parabéns para ele! Que ele tenha muita saúde e que a sua vida seja repleta de felicidades, onde quer que ele esteja morando. Queria tanto tê-lo aqui comigo, pra me acolher nos meus momentos difíceis, pra ter conversas de homem pra homem, pra me dar conselhos de pai pra filho. Pra me amar. Pena que nem tudo aquilo que você deseja você tem. Fazer o que?! A vida é assim.

Um comentário:

  1. anos 90' foi o melhor

    fato*

    AUSHAUSHHASUAHSU
    O/

    ResponderExcluir

Eu sei que as minhas palavras podem parecer confusas e perdidas. Você pode achar o que quiser. Apenas ache, pois é assim que eu me encontro!