terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Wannabe Salander

Lisbeth Salander: personagem de ficção criada pelo autor e jornalista sueco já falecido Stieg Larsson, da Trilogia Millennium - bestseller que já vendeu mais de 10 milhões de cópias pelo mundo e começou a fazer sucesso após a morte do autor.


Lisbeth Salander (interpretada pela atriz Noomi Rapace)

Sueca, nascida no dia 30 de abril de 1978, uma pálida e anoréxica, jovem, com cabelo curto e bagunçado, piercings no nariz e na sobrancelha. Tem uma tatuagem de vespa no pescoço, uma tatuagem de laço em volta do bíceps do braço esquerdo e outro no seu tornozelo esquerdo. Também possui uma grande tatuagem de um dragão que surge em seu ombro esquerdo e termina próximo a seu quadril.
Filha de Agneta Salander Née Sjölander e irmão gêmea de Camila Salander, possui grande habilidades intelectuais, apesar de seu gênio um tanto quanto forte. É uma respeitada cracker, integrante da "Hacker Republic"; é conhecida como "Wasp" (vespa, apelido atribuido à ela por sua velocidade na prática do boxe) no meio dos Hackers. Trabalha para uma empresa de segurança da Suécia, fazendo investigações incríveis e que superam a expectativa de qualquer um que a vê.
Juntamente com Mikael Blomkvist, jornalista e sócio da Revista Millennium, consegue descobrir vários segredos e desbancar muitas pessoas que fazem parte da "fatia podre" da Suécia, inclusive do meio policial.
Depois de uma surra selvagem que deixou a mãe de Lisbeth com danos cerebrais permanentes, Lisbeth, aos 12 anos de idade, atacou seu pai, que estava em seu carro, jogando-lhe gasolina (que estava dentro de uma caixa de leite) e um fósforo aceso - assim, um coquetel Molotov, na fuça do porco do pai dela! Isso com 12 anos!
Devido a isso, seu pai providencia uma maneira de interná-la em uma clínica psiquiátrica de Uppsala, na Suécia. Enquanto estava lá, foi colocada sob vigilância direta do psicólogo principal, Dr. Peter Teleborian, um pedófilo que a manteve pressa por dois anos por conta de seu desejo sexual reprimido por ela.
Após um tempo, foi colocada sob a tutela de Holger Palmgren, um advogado, que a tinha como uma filha. Ele, porém, sofreu um derrame e foi considerado incapaz para manter-se como seu tutor, então, foi sucedido por Nils Bjurman.
Bjurman se revela um sádico que a obriga a fazer sexo oral em troca de seu próprio dinheiro - que é controlado por ele - para qualquer coisa que seja. Ele acabou estuprando-a, sem saber que ela estava com uma câmera escondida. Ela cobra sua vingança por esse estupro dias depois, por amarrá-lo, e torturando-com um objeto - assim como ele fez com ela -, e fazendo uma tatuagem em sua barriga que diz "sou um porco sádico, um pervertido e estuprador" (I am a sadistic pig, a pervert and a rapist). Forçou-o a assistir a fita que ela gravara dias antes e ameaçou divulgar uma cópia aos tribunais, e a imprensa, caso ele não a deixasse tomar conta do próprio dinheiro, ou caso algo acontecesse a ela. 
Ela chega a odiar os homens, em certos casos. 


Bom, eu sou gêmeo; tenho uma memória quase que fotográfica - acho que ainda é de uma câmera analógica; ainda não tenho um dragão tatuado, mas pretendo ter um dia; tenho apenas um piercing na orelha direita; adoro informática, mesmo não sendo um hacker. Será que eu posso tentar ser um Eric Salander? Nem que seja uns 25%, já é de bom tamanho para mim!


Referências: Wikipédia e Google Images

3 comentários:

  1. Tenta cara!
    hauhuauuauah
    Abraçoooo!

    ResponderExcluir
  2. E aí queridãoo!
    como é q tá?!
    Passando aki pra te dizer q tem um selo pra vc no meu blog, passa lá pra pegar!
    =D
    abraçooooo!

    ResponderExcluir

Eu sei que as minhas palavras podem parecer confusas e perdidas. Você pode achar o que quiser. Apenas ache, pois é assim que eu me encontro!